terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Feliz Natal !

Queremos desejar os melhores votos para você e sua família, acesse este vídeo abaixo e curta alguns minutinhos:

http://eprarir.net/menina-doa-moeda-para-musico-de-rua-e-acontece-algo-maravilhoso/

Que a magia do Natal e a retribuição de amor seja como este vídeo para vocês!

Um Feliz Natal e que 2014 seja iluminado e cheio de música em nossas vidas, pois música é paz, e união e tranquilidade.

Que cada um possa doar um pouquinho do que puder e que os outros retribuam com o que for possível.

Um grande beijo a todos e todas!

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Feliz Natal

Chegamos ao final de mais um ano
Um ano de grandes sonhos, desafios, expectativas e realizações.
Final do ano é sempre tempo de reflexão, tempo de olhar para traz e ver o que deu certo, o que não deu certo.
Sonhos que se realizaram, outros que ainda irão se realizar...
Tempo de ver onde acertamos, onde erramos...
Um novo ano vem aí...365 dias inteirinhos para você fazer tudo novo de novo...
Renovar as esperanças, os laços de amor, carinho, afeto e amizades...

Nós do Blog MÃE NOVA: PRIMEIRA VIAGEM queremos agradecer a você que sonhou junto com a gente o nosso sonho de fazer um blog maior e melhor a cada dia!
Que acompanhou este processo árduo, mas ao mesmo tempo muito recompensador.
A você que vibrou junto com a gente, por cada etapa concluída, pela paciência nos momentos em que falhamos e por nos dar a oportunidade de melhorar e lhe atender outra vez...
O nosso muito obrigada!

Que em 2014 possamos nos ver por aqui, outra vez!
Desejamos a você, seu pimpolho(a) e sua família um Feliz Natal, com as bênçãos de Deus com muita Paz, Saúde e Amor! E um 2014 Espetacular"

São os sinceros votos Família MÃE NOVA: PRIMEIRA VIAGEM

domingo, 22 de dezembro de 2013

Verão pede Sorvete: Que tal um sorvete Chicabom?

Para alegrar este domingo hoje uma receitinha bem básica:

Sorvete Chicabom

800 grs de doce de leite
1 lata de creme de leite com soro
1 lata de creme de leite sem soro
 8 colheres de chocolate em pó do padre (oh famoso)

Bata tudo muito bem na batedeira, bastante tempo mesmo. coloque para congelar e divirta-se.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Testamos e APROVAMOS: Desitin pomada contra assaduras

Antes tarde do que nunca. Nosso Testamos desta semana é um amigo inseparável desde o nascimento da Nanna.

O creme contra assaduras Desitin Azul foi eleito aqui como o amigo inseparável, há outras versões do creme, mas nunca precisamos testar pois este nunca causou uma só dobrinha avermelhada, sempre deixou a pele dela invejável. Azul seria o uso diária e a roxa para assaduras bravas.

Tem cheiro agradável, textura ótima que não sai tão facilmente nos primeiros xixis, mas facilmente da nossa mão. Sem qualquer sinal oleígeno. Além da consistência possibilitar não gastar tanto creme a cada troca.

Outra mega dica é usá-las para cortes, arranhões, pequenas queimaduras, pele ressecada, irritações e picadas de insetos. É instantânea.

Seu preço lá fora é super justo, nós compramos o potão e as bisnagas, vejo os preços aqui no Brasil das nossas marcas disponíveis e me assusto, o potão de casa da bancada tem durado 9 meses, mas as bisnagas da escola e da bolsa de passeio também tem alto rendimento.

Para finalizar, você tem algum amigo ou conhecido indo lá fora, não esqueça de solicitar para você, sei que irá aprovar também.





Nossa nota é 10.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Nada como voltar para casa

Gente a viagem foi ótima, rever a minha turma é ótimo sempre.

Mas vamos combinar; nada como nosso Lar Doce Lar, até a Giovanna está se readaptando, voltando aos horários lá esquecidos, voltando a dormir a noite toda.

Não consegui ainda fazer o post sobre mala de viagem, mas já adianto, que lá tinha lugar e máquina para lavar as roupas dela e não precisei usar tudo, mas para a próxima viagem irei verificar, pois nem foram tantas assim que sobraram.

Mas já informo o carrinho irá ficar em casa, irá passear no colo, e iremos ganhar espaço no porta malas.

Ótima quarta a vocês.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Testamos e APROVAMOS: BabySitter - Baby's Journey

Que produto hoje hein amiga mamãe, existe aqueles cadeirões ótimos que ocupam aquele espaço na sua sala de jantar, aí você resolve sair de casa e não tem onde deixar o bebê, OK.

Aí sim você ganha o presentão de uma grande amiga, produto da marca BabySitter - Baby's Journey. Uma cadeira portátil de alimentação ou de distração em casa para seu bebê acompanhar o ritual a mesa na sua casa, ela é acoplada nos mais diversos modelos de cadeira da mesa de jantar e seu bebê fica ali seguro sentadinho como gente grande, e feliz por partilhar do momento a mesa.

Esta foi a experiência aqui em casa, material de fácil limpeza e facílima instalação, segundos para ser sincera. A Nanna mais que aprovou a experiência.

Digo ainda que colocaria de cara já no enxoval de quem vai as compras fora do Brasil. Além de prático para levar a qualquer lugar, é fino e ainda vem numa mochilinha de vinil plástico.

É indicado dos 6 meses aos 2 anos, outra ótima posição. E o preço que encontrei foram 29.99 dólares, nenhum absurdo pela praticidade.


As fotos foram extraídas da Target, Toys R Us, e claro Baby's Journey




Nossa nota é 10.  Seu preço é atrativo visto as possibilidades de utilização e segurança dentro e fora de casa, o problema grande aqui é que ainda não encontrei por aqui, só lá fora ou encomendando daquela amiga que está indo viajar.

domingo, 8 de dezembro de 2013

1ª grande viagem terrestre com êxito

Gente, que delícia, viagem para minha terra e casa de mamãe concretizada, quer dizer primeira de carro, pois a Nanna já concretizou de avião em poucos minutos no solo paulista, mas a de horas de estrada foi a primeira.

Loucura separar e organizar tudo para não faltar nada, e prometo um post sobre o que trouxemos o que foi a mais e se houve algo de menos.

Mas ela como uma princesa que é, não nos preocupou por nada, entrou feliz no carro dormiu na sequência só foi acordar na nossa parada oficial, sorridente como sempre, chegou no carro pediu mamadeira, e na sequência dormiu novamente até o destino final, quase 7 horas depois.

Tranquilinha e gostosa como todos os dias, amo demais esta minha filha.

Foi aprovada para a próxima viagem, destino desejado PRAIA! UHUuuuuu

Ainda ganhou um presentão que vale um outro post posterior também, tapete de E.V.A. para brincadeiras. Super aprovado!

Então queridas mamãe e gestantes, é de pequeno que se ensina que de curvas em curvas pelas estradas de Santos, desbravamos nossos destinos! Ótima semana a todas.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Rapidinha do dia! Arrumar malas para viagem

Meninas do Céu, estou arrumando mala para viagem, primeira da pequena, só uma lista para não esquecer nada, mas vou passar depois os detalhes OK.

Aguardem...

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Salto de desenvolvimento

Outra fase chegando, o tal salto de desenvolvimento, para que isto meu Deus?

Não posso sair dos olhos da Giovanna agora, de manhã quando levo ela para minha cama e venho buscar uma mamadeira para ela, chora e o pai tem que conversar para ela acalmar, se deixo no carrinho para ir ao banheiro outro berreiro, o que é isto? Pesquisas e leituras para descobrir que é mais uma fase do desenvolvimento da minha menininha que está crescendo.

Você já conhece as fases informadas pelos médicos? Lá vai e prepare-se, posso informar que só apareceu a de 9 meses agora:

- 5 semanas (1 mês): a visão do bebê melhora, ele consegue ver padrões em branco e preto, passa a se interessar mais pelo ambiente que o rodeia e consegue seguir objetos brevemente com os olhos. Passa ficar acordado por períodos um pouco maiores (cerca de 1 hora ou pouco mais entre as sonecas). É também nessa época que bebê começa a chorar com lágrimas e sorrir pela primeira vez ou com mais frequência do que antes.

- 8 semanas (quase 2 meses): diferenças nos sons, cheiros e sabores ficam mais perceptíveis. Ele percebe que as mãos e os pés pertencem ao corpo e começa a tentar controlar estes membros. O bebê começa também a experimentar com sua voz. É também nessa fase que o bebê começa a mostrar um pouco de sua personalidade: é agora que os pais começam a reparar quais coisas, cores e sons o bebê gosta mais. Depois desse salto o bebê vai poder virar a cabeça na direção de algo interessante e emitir sons conscientemente. Todas essas novas experiências trazem insegurança ao bebê que provavelmente procura mais o conforto do peito da mãe. Isso pode deixar a mãe preocupada se produz leite materno suficiente, o que não procede, já que a produção se ajusta à demanda (ver abaixo também sobre picos de crescimento).

- 12 semanas (quase 3 meses): o bebê descobre mais nuances da vida: nessa idade o bebê já pode enxergar todo um cômodo da casa, vira-se quando ouve sons altos, e consegue juntar suas mãos. Vai observar e mexer no rosto e cabelo dos pais e vai perceber que pode gritar. Depois do salto o bebê praticamente não vai mais precisar de apoio para manter a cabeça erguida. Como nos outros saltos, os pais são o porto seguro do mundo do bebê e ele se apoia nisso. Ele pode começar a reagir de maneira diferente fora de casa ou no colo de um estranho. Ao mesmo tempo que o bebê tem uma grande curiosidade em reparar no mundo que o rodeia, ele também é muito sensível às novidades e por isso se sente mais confortável e seguro nos braços dos pais.

- 19 semanas (4 meses e meio): por volta da 14ª. até a 17ª. semanas o bebê pode parecer mais ‘impaciente’. Esse é um dos saltos mais longos: dura cerca de 4 semanas, podendo porém se estender por até 6 semanas. O bebê chora mais, apresenta mudanças extremas de temperamento e quer mais atenção e colo. Consegue alcançar e pegar um brinquedo, sacudi-lo e colocá-lo na boca, passá-lo de uma mão para outra. Pode ganhar o primeiro dente. Os sons que o bebê emite se tornam mais nítidos e complexos, consegue fazer alguns sons como ‘baba’, ‘dada’. Tudo cheira, soa e tem gosto diferente agora. Dorme menos. Estranha as pessoas e busca maior contato corporal quando está sendo amamentado. Depois desse salto o bebê vai poder virar de costas e de barriga para baixo, e vice-versa, se arrastar pra frente ou pra trás, olhar atentamente para imagens num livro; reagir ao ver seu reflexo no espelho e reconhecer seu próprio nome.
Esse é um dos saltos de desenvolvimento mais significativos e em que um maior número de mães costuma relatar alterações no sono. Provavelmente porque o padrão de sono parecia entrar num ritmo desde que o bebê nasceu, e essa alteração é vista como uma ‘regressão’, na qual o bebê tende a acordar bastante por algumas semanas enquanto está trabalhando no salto. E uma vez que esse salto está completo há somente 1 ou 2 semanas antes de começar a trabalhar no próximo (das 26 semanas), é um longo período de sono ruim e bebê irritado nesse estágio da vida.

- 26 semanas (6 meses): Já na 23ª semana o bebê parece se tornar mais ‘difícil’. Ele busca maior contato corporal durante as brincadeiras. O bebê já consegue coordenar os movimentos dos braços e pernas com o resto do corpo. Senta sem apoio e põe objetos na boca. Nessa idade ele começa a entender que as coisas podem ficar dentro, fora, em cima, embaixo, atrás, na frente, e usa isso em suas brincadeiras. Ele passa a entender que quando a mamãe anda, ela vai se afastar e isso o assusta, então reclama quando a mãe sai de perto. Depois desse salto o bebê vai ficar interessado em explorar a casa, armários, gavetas, achar etiquetas, levantar tapetes para olhar o que tem embaixo. Ele se vira para prestar atenção nas vozes, consegue imitar alguns sons, rola bem em ambas direções e começa a se apoiar em algo para ficar de pé. Adquire maturidade para receber alimentos sólidos. Essa fase pode durar cerca de 4-5 semanas.

- 30 semanas (7 meses): o bebê tenta se jogar adiante para alcançar objetos, bate um objeto em outro. Pode começar a engatinhar, a falar algumas sílabas e entende melhor o conceito de permanência das coisas. Pode fazer sinal de tchau. Sente ansiedade com estranhos.

- 37 semanas (8 meses e meio): o bebê fica ‘temperamental’, tem mudanças frequentes em seu humor, de alegre para agressivo e vice-versa, ou de exageradamente amoroso para ataques de raiva em questão de momentos. Chora com mais frequência. Quer ter mais atividades e protesta se não as tem! Não quer que troquem sua fralda, chupa seus dedos. Protesta quando o contato corporal é interrompido. Dorme menos, tem menos apetite, movimenta-se menos e “fala” menos. Às vezes senta-se quieto e sonha acordado. O bebê agora começa a explorar as coisas de uma forma mais metódica. Passa a entender que as coisas podem ser classificadas, por exemplo, sabe o que é comida e o que é animal, seja ao vivo ou em um livro. Fala "mamá" e"papá" sem distinção de quem é a mãe ou o pai. Engatinha, aponta objetos, procura objetos escondidos, usa o polegar e dedo indicador para segurar objetos.

- 46 semanas (quase 11 meses): o bebê percebe que existe uma ordem nas coisas e atitudes, por exemplo, que se colocam sapatos nos pés e brinquedos nos armários. Ganha então uma consciência de suas próprias atitudes. Ao invés de separar objetos, passa a juntá-los. Depois desse salto o bebê vai poder apontar para algo ou pessoa a pedido seu, vai querer ‘falar’ no telefone e enfiar chaves nos buracos de chave, procurar algo que você escondeu, tentar tirar a própria roupa. Fala "mamá" e "papá" para a mãe ou pai corretamente. Levanta-se por alguns segundos, movimenta-se mais, entende o "não" e instruções simples.

- 55 semanas (quase 13 meses): geralmente a fase em que o bebê começa a andar - um salto no desenvolvimento bem significativo. Fala mais palavras do que "mama" e "papa". Rabisca com giz.

- 64 semanas (quase 15 meses): o bebê combina palavras e gestos para expressar o que precisa, come com as mãos, esvazia recipientes, coloca tampas nos recipientes apropriados, imita as pessoas, explora tudo que estiver à sua frente, inicia jogos, aponta partes do corpo quando perguntado, responde a algumas instruções (por exemplo, “me dá um beijo”), usa colher e garfo, empurra e puxa brinquedos enquanto anda, joga bola, anda de marcha a ré.

- 75 semanas (17 meses): o bebê usa cerca de 6 palavras regularmente, gosta de jogos de imitação, gosta de esconder brinquedos, alimenta uma boneca, joga bola, dança, separa brinquedos por cor, formato e tamanho. Olha livros sozinho e rabisca bem.

E o seu passou por alguma destas fases ou está chegando? Quais seus medos?

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Testamos e APROVAMOS: Aptamil - Leite Artificial para bebês

O produtinho de hoje é um companheiro desde o segundo dia de vida da minha pequena, antes que venham aqueles que acham que só vale leite materno para bebês, aviso que há casos e casos, a minha mamou no peito até os quatro meses mas desde seu segundo dia de vida precisou de complemento alimentar devido seu baixo peso, e na UTI Neonatal testamos todas as marcas e ela grudou  mesmo foi no APTAMIL, na época o APTAMIL 1. Produto da marca Danone, nunca tinha ouvido falar nele até os testes lá na UTI.

Então após as mamadas ela recebia o gargalinho de APTAMIL, uma gracinha na época. E ele nos acompanha até hoje aos 9 meses, já na sua segunda fase APTAMIL 2, é um leite artificial de modo instantâneo para dissolver, tem cheiro bem agradável, diferente de outros que testamos e eu já ficava enjoada de sentir. Além de todos os nutrientes e vitaminas necessárias.

Tem latas de 400 e 800 gramas, no início ganhamos de parentes algumas latas que nos ajudou bastante no orçamento, pois amigos e amigas não são nada baratas, mas são muito necessárias. E tem que bater muita perna para achar bom preço, hoje encontramos 1 loja com diferença de praticamente R$ 10,00 no preço por lata. Aqui em casa são 6 latas mês, então já viu né.

A lata de 800 gramas tem um pegador dosador e uma borda que me encantou, pois auxilia demais na nivelação da colher de dosagem do leite. Ele tem versões especiais AR, Soja, Pré, Sem Lactose, Pepti, AH e Active. A numeração é para distinguir as fases 1 ( de 0 a 6 meses), 2 (6 a 10 meses) e 3 (acima dos 10 meses).

Seu preço é um pouco salgado, assim como todas as fórmulas infantis, mas um dos melhores.

Este é o site da empresa: http://www.danonebaby.com.br/produtos/formulas-infantis/ 




Nossa nota é 08. Seu preço e alguma promoção as vezes ajudaria e muito. Quem sabe um pacote de refil com maior dosagem para diminuir seu preço.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Nove meses e seu desenvolvimento

Minha pequenina, coisa mais fofa, completou seus 9 meses neste último sábado, e um dia antes fomos a tradicional consulta pediátrica, que adoro por sinal, trás o desenvolvimento e novos horizontes para nós duas descobrirmos juntas.

E nesta em especial tivemos mais uma consulta, com a Dra Virginia, uma simpatia para começar nosso dia, ela é pedriatra e neuropediatra, fomos para descobrir o desenvolvimento da baixinha, ela fez suas perguntas e seus exames, e nos constatou que não precisamos de nenhuma fisioterapia no momento, que das 6 semanas a Nanna já recuperou 2 e estamos a apenas 1 mês de idade corrigida, mas que ela está com 1 pé a frente nos desenvolvimentos.

Nada preocupante, não que me deixasse de cabelo branco, mas gostaria de saber se cada detalhe de auxilio desenvolvimento que invisto com ela, quando temos nossos tempos juntas, estava resolvendo e pelo visto positivamente.

Por isto agora ela senta, se vira vorazmente, gira, pega tudo com as duas mãozinhas, leva as coisas a boca, e agora tenta engatinhar. Uma fofura.

Menininha 9 meses deliciosos, aprendizado constante, e amor incondicional.

Parabéns!

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Bolsa de passeio

Aquele dilema para as Mães Novas, o que levar na bolsa de passeio? Preciso levar o estoque inteiro de fraldas e roupas da casa?

Muita calma, para arrumar sua primeira bolsa de passeio aproveite uma cama ou bancada e vá colocando:

  • Fraldas descartáveis (levo umas 6 unidades)
  • Lenço umedecido
  • Pomada de assadura
  • Cotonete
  • Aqueles remedinhos de sempre (soro fisiológico ou nasal, para febre, para gases ou cólica)
  • Saquinhos de descarte ou sacolinha plástica (você pode precisar para lixo ou roupa suja)
  • Fraldinhas de boca
  • Trocador portátil
  • 3 trocas de roupa (1 mais quente, 1 mais fresca e 1 igual a que seu bebê está vestindo)
  • Uma mantinha (gosto de algodão dá para todo clima)
  • Potinho de fórmula de leite para quem usa
  • Mamadeira
  • Garrafa com água para fazer a mamadeira
Eu usei muito a sacola da Carter's que era grande, mas de um tempo para cá amei mais a mochila que me deixa de mão livre para curtir minha filhota.

Pronto pode arrumar tudo e curtir o passeio, e posso dizer que se seu bebê for fofo como a minha, você no máximo irá trocar 1 ou 2 fraldas neste passeio gostoso.

E esta sacola serve para o dia de passeio aqui em casa. E nossa bebê é muito social, quem conhece sabe como é!

Ótima terça a todas!

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Testamos e APROVAMOS: Sabonete Líquido Granado Lavanda

Bom dia galerinha, as segundas pretendo incluir a sessão TESTAMOS E APROVAMOS, para aqueles produtinhos ou serviços para mamãe e bebê e nossa opnião, ainda daremos uma nota de 0 a 10 para um parâmetro do que funcionou ou não aqui em casa, caso seja reprovado o Testamos terá o Aprovamos Reprovamos assim.

Espero assim ajudar vocês pois nestes quase 9 meses, temos testados alguns produtos e já apareceu de tudo, marca desconhecida, marca conceituada que recebeu meu contato no SAC, que depois me surpreendeu e aqueles que nem com SAC para resolver.

O de hoje é um queridíssimo, resolvi começar com ele pois me acompanha desde nossa chegada em casa, aos 23 dias da Giovanna.

Quando chegamos em casa, principalmente para quem não tem prática, é aquele caos, e um simples banho chega a ser um capítulo especial de novela das 9, não é mesmo? Agora com este bico dosador que você deixa a embalagem na bancada e pode segurar o pequeno numa mão e na outra apertar e sair tranquilamente o líquido para passar no bebê, quantas vezes não temos ninguém para ajudar na hora do banho?

O sabonete tem uma cremosidade especial e de fácil dissolução no bebê. Agora o que mais me atrai é seu cheirinho, e ele permanece no bebê, a Giovanna é conhecida pelo seu cheirinho gostoso, mesmo no final do dia. Leva cada cafungada da família por isto, mas é só chamego.

Ele tem as fragrâncias Tradicional (amarelinho), Erva Doce (verdinho) e Lavanda (lilás), o primeiro não me apeteceu, cadê o cheirinho? É tipo tomar café sem cheiro; o segundo usamos também, mas o querido é o LAVANDA.

Seu preço é justo, frente aos concorrentes e ainda por cima é amigo da natureza, pois tem a opção refil. O que, como Turismóloga curto demais.

Para finalizar, nas cidades que tem a loja específica Granado, posso deixar uma grande dica de presente para quem vai visitar um bebê ou para um chá de bebê, pois só fui conhecer os produtos por um Kit muito gostoso que a Tati e o Fernando fizeram e nos presentearam, com uma fofa frasqueira da marca e seus inúmeros produtos, logo falo mais dos outros que testamos. E a loja é uma gostosura.

https://www.granado.com.br/Loja/Categoria/92?linha=106



Nossa nota é 10.

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Ter um filho neste mundo em que vivemos

Vi este vídeo institucional da UNILEVER ontem, e agora com olhar de mãe tenho pensamentos mais profundos em relação ao futuro, não só o meu mas da Giovanna também.

Quero que vejam este vídeo e tirem suas percepções: Por que trazer uma criança a este mundo? - Um filme da Unilever

Sempre prorrogava minha ampla vontade em ser mãe, primeiro por dinheiro $$$$ sempre ele, depois profissionalismo, depois por diversos medos do mundo e do futuro para meus filhos.

Daí o mundo dá certas voltas e voltas e inesperadamente e sem programação alguma a dona Giovanna aparece, e tudo aquilo ali de cima vai por água a baixo e você percebe que nada é mais gostoso que pegar nos braços, afagar gostoso, dar beijinhos, receber sorrisos, ensinar o que queremos.

Pense bem no que é seu mundo, e faça o que for possível para melhorá-lo hoje para que seu bebê possa aproveitar o melhor do que você deixou para ele, e gente é com pouca coisa de cada um que melhoramos hoje, Paz no trânsito, gentileza gera gentileza, Separe seu lixo, respeite a sinalização e regras, etc.

Feliz quinta feira para vocês!


terça-feira, 19 de novembro de 2013

Versatilidade para mamães no pós parto e após também

Hoje quero dar aquela dica especial, pois as mamães após terem seus bebês lindos, precisam se alimentar direitinho mas o tempo não colabora, principalmente se você estiver sozinha com o bebê em casa.

Vamos lembrar que na época da gestação nossos médicos nos aconselham a não comer muito, mas comer a cada 3 horas, alimentos diversificados e saborosos, além claro de nutritivos.

http://www.weblaranja.com/nutricao/piramide-alimentar.php

 
E porque não seguir depois? Por falta de tempo? Ahhh tá até concordo que nosso relógio estará correndo mais rápido, mas aqui vou deixar umas dicas para que você possa se alimentar após cada mamada e troca do seu bebê, sem esquecer da qualidade de sua vida, afinal aquela pequena vida ali no berço precisa de uma mamãe bem saudável para cuidar dele hein.

Uma dica bem importante é acrescentar frutas no cardápio (aquela ali no grupo 3), mas para não ficar na mesmice da maçã e banana, aprendi no meu resguardo a comprar as frutas diversas e lavar e picar tudo colocando em potes fechados preferencialmente de vidro na geladeira, melão, melancia, manga, goiaba, nectarina, etc. Deixe tudo lavadinho em potinhos por exemplo, comprou aqueles cachos grandes de uva, corte com a tesoura em pequenas quantidades que possa consumir a cada lanche.



Você reclama que no famoso grupo 1 - pães e cereais não consegue diversificar na sua casa, talvez porque seu companheiro não curte um pão com fibras ou cereais, mas quando for a padaria verifique se fazem aquele pequenos pacotes com redondinhos, assim não precisa só comer pão branco sem muito nutriente.

Para o grupo dos legumes e verduras, se você não tem tempo ou não tem o costume de consumir, reveja suas receitas, também compre abóboras e estes tipos que possam ser congelados, pique e coloque em saquinhos e já deixe pronto para um refogado ou sopa, fácil e rápida de fazer (outra dica, uso até hoje esta dica para as papinhas da Nanna.) Para os folhosos escolha por exemplo couve e espinafre, você não curte comer eles simples assim, então bata com um pouco de água e congele nas forminhas de gelo, depois pode tirar e colocar os cubos num saquinho identificado, você pode incluir no seu arroz, ou feijão, além da sopa ótima opção para um jantar.

Deixe alguns iogurtes ou queijos processados na geladeira para café da manhã, lanches ou numa refeição fora do horário, acrescente mel e granola ou aveia, e sua saciedade será mais fácil nestes horários.

Agora sinceramente não deixe biscoitos recheados, chocolates e guloseimas na prateleira, pois para cada canseira que chegar você vai sem dúvida devorar, e depois irá se perguntar porque aqueles quilinhos não foram embora.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Rotina para bebês

Quando grávida ouvimos demais sobre criar a rotina para o bebezinho. E no começo ficamos com uma pulga atrás da orelha, porque isto, será que um ser tão pequenino saberá o que é isto, etc. Mas mamães queridas, só tenho a dizer que isto é ótimo e que lhe ajudará demais.

Isto tudo porque aquele ser tão pequenino está "caindo de paraquedas" num mundo tão grande que ele não conhece. E precisa aprender tudo o que este mundo redondo pode passar a ele, com sua ajuda e espero que com a ajuda do papai também.

Além de ajuda-lo irá lhe ajudar muito também. Mas quero dar umas dicas e toques para vocês, e assim vocês criarão uma que adapta melhor a sua casa, sua rotina e seu esquema.


Vamos iniciar e preferencialmente com ele(a) na sua barriga, vá conversando com ele (bebê), crie este vinculo, mostre que você irá tomar um banho, que ele escutará um barulhinho gostoso de água, que você vai deitar um pouquinho para descansar, ou que irá preparar um lanche gostoso para alimentar ele e você. Irá criando um vinculo e ainda irá acostumando com sua voz e seu jeito de fazer as coisas, isto é muito gostoso, experimente.

Depois que ele chegou e vocês estão em casa vamos começar com a primeira acordada do bebê, lá pelas suas 7 horas mais ou menos, chegue no berço com ele acordado e dê um bom dia gostoso para ele, um abraço e um beijo demorado. Avise que irá trocá-lo e que na sequência você irá alimentá-lo.
Faça conforme sua conversa, Se possível informe que irá abrir o macacão, e que irá passar lencinho etc; isto tudo irá acalma-lo e você começa a educa-lo com as palavras.

Depois que irá sentar e alimentá-lo calmamente. Que tal criar a rotina de após ele mamar, você volta-lo ao berço e você descansar mais um pouco, talvez nesta hora você possa colocar uma música calma para ele, aqui em casa um mini DVD portátil ajuda muito com lullabies ou babys Einstein ajuda na hora de despertar e de dormir.

E que tal as 10 horas antes de amamentar novamente você incluir um banho na rotina? Um horário que costuma estar mais quentinho e fácil de aproveitar o bebê. Depois dele e da troca uma nova mamada e alguns minutinhos de colo com músicas das mamãe?

Depois da nova soneca hora da nova troca e alguma brincadeira de estimulo (uma massagem ou brincando com um mobile ou brinquedo) para aproveitar o inicio da tarde. Na sequencia um passeio pela sala ou no quintal de casa?

Uma soneca na cama da mamãe? E a mamãe aproveita para se esticar?

Nova troca e mamada, OK (isto é muito frequente e parece não acabar nunca, mas logo passa), Uma nova brincadeira. Um brinquedo com sonzinho ou massagens ou música ou TV. Crie seu esquema.

Hora de colocar pijama e baixar a luz do quarto do bebê, criar aquele "boa noite", que tal uma leitura de livro, ele nunca é pequeno para escutar uma boa história, as vezes nem precisa de livro, só criar a fantasia mesmo. Depois um abraço apertado aquele boa noite com som gostoso ao pé do ouvido, se seu bebê curti uma naninha coloque nos braços, um beijo de afago, uma música ou só até logo. Apague a luz e aguarde a nova acordada.

O que me diz? Qual a sua rotina?

Na hora do novo mama

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Indicação de papinha

Gente esta semana experimentei uma nova papinha pronta e super indico.

Papinhas Heinz, quero aproveitar e deixar um link bacanudo deles.

Achei a papinha menos doce e com gosto super agradável, nossa experiência foi com a de vidro de maçã, mas também tem em novo formato prático, que quero provar também.

Papinha Heinz

domingo, 10 de novembro de 2013

Feira Gestante e Bebê Novembro 2013

Bom dia e ótimo domingo pessoal, fui na sexta feira na última edição da Feira Gestante e Bebê aqui de Curitiba, que está acontecendo até hoje no Marumby Expo Center.

Depois que esta feira me ajudou tanto na véspera do nascimento da minha pequena, nesta edição devo confessar que deixou a desejar. Fui com uma mamãe gravidíssima ver os detalhes das compras dela, e bisbilhotar coisinhas para minha pequenina, mas foram poucos stands que me surpreenderam  a gente.

Parecia mais um saldão de encalhe de estoque e nada daqueles preços especiais para a feira, pois este é o objetivo da feira, reunir lojas principais e bons preços. Tev stand inclusive de dizia se você for na loja é o mesmo preço.

Mas alguns poucos me surpreenderam, uma logo na entrada com almofada de amamentação bem bacana ou kit com tapete diversão, almofada de amamentação travesseiro etc por preço simpático.

Uma loja do Rio de Janeiro, que tinha uma propaganda enganosa para pagão, mas vai comprar o kit com 3 sapatinhos tipo meia com sola por R$ 60,00, e tinha vários modelos.

Outro stand de livros infantis que são aqui de Curitiba mesmo, adorei os livros para bebês até 18 meses e o álbum do bebê. Preços ótimos de 10 a 30 reais.

E um ótimo stand de São Paulo tipo "tem de tudo", banheira, carrinho, itens de alimentação, câmeras, brinquedos etc, tinha sim ótimos preços.



Espero que na próxima edição seja como a primeira que visitei, bem mais bacana.

Ótimo finalzinho de semana que vou curtir minha pequena.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Estimulação e desenvolvimento bebês 6-9 meses

Bom dia meninas, estou aqui novamente, um pouco ausente, mas a semana tem sido corrida, mas quero partilhar agora os desenvolvimentos de 6 a 9 meses que estamos aplicando aqui em casa.

A bebê está tentando ficar sentada, isto mesmo tentando pois ainda dá umas caidinhas de lado ou de frente, mas a espertinha aqui quando cai de frente já se vira e fica pronta para tentar engatinhar kkk.

Depois que chega da escolinha, temos um tempo só nosso, brincamos, rimos, desenvolvemos e estimulamos. Assim é nossa rotina, vamos para a cama da mamãe, coloco um tapete de brincadeiras, para eventuais problemas de regorgitar ou outro desafio, e vamos para a brincadeira.

http://letrasnovaral.wordpress.com/2013/03/10/a-literatura-infantil-na-escola/


Os preferidos da Nanna é rolar para os lados, e agora é ler um dos livros. A mamãe aqui deu para ela uma coleção de livros da Abril coleções de 1986 que a mim pertencia de todas as fábulas e ela adora que leio para ela, e ontem chegou os livros da coleção Itaú - leia para uma criança, que solicitei a +ou- 1 mês, e adoramos, "E O DENTE AINDA DOÍA DE ANA TERRA" é demais o Jacaré com dor de dente, ela adorou e fazia que lia junto, adoro esta fase. E começamos a ler desde os 3 meses juntas, primeiro na cadeira de balanço do quarto, agora o local preferido dela é deitada neste tapete encima da cama da mamãe e lendo junto o livro que vou mostrando.

E assim começamos a despertar o desejo de leitura destas pequenas criatura. Umas roladas na cama, umas conversas e abraços juntas. E ela vem aprendendo um montão.

E você o que faz com seu ou sua pequena em casa?

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

O que o bebê ainda não pode comer

Li esta matéria na bebe.com.br e acho que tem que compartilhar com as mamães de primeira viagem, pois aqui temos a explicação do porque não dar estes alimentos aos pequenos, as vezes vem a vovó uma tia ou um primo que diz assim - só um pedacinho.... aí já viu né.
 
 
Muitos alimentos são proibidos no cardápio do pequeno durante o primeiro ano de vida. Saiba quais são eles e os motivos dessas restrições
Não é porque você já oferece comidas sólidas ao seu bebê que ele já pode encarar tudo à mesa. Aliás, existem alimentos que parecem inofensivos e até saudáveis, porém ainda não devem entrar no cardápio, segundo a maioria dos especialistas. Veja alguns:

Mel
Alguns pais imaginam que esse alimento seja extremamente saudável para bebês pequenos, mas poucos sabem que, na verdade, a recomendação é evitar o mel até o primeiro aniversário. A nutricionista Julliana Bonato, de São Paulo, diz que o mel pode esconder uma toxina capaz de causar uma forma de botulismo que só se manifesta em crianças de poucos meses. "Nessa idade, a flora intestinal ainda está amadurecendo e não consegue dar conta da bactéria responsável por essa toxina", explica.

Ovo
Bebês dessa idade podem comer a gema, porém a clara tem proteínas capazes de disparar reações alérgicas devido à imaturidade do sistema imunológico dos pequenos. Alguns nutricionistas, como Julliana Bonato, até acham que ela poderia entrar no prato da criança lá pelo décimo mês. Os mais cautelosos preferem esperar um pouco mais.

Frutos do mar
Eles também estão proibidos devido ao risco de alergia, justifica Fernanda Oliveira, nutricionista da Universidade Federal de São Paulo. "Só serão liberados depois do primeiro aniversário."

Chocolate
Há bons motivos para afastar essa delícia do seu bebê. Primeiro, porque o chocolate é muito gorduroso e há chances de dor de barriga. Segundo, ele é cheio de açúcar. O ingrediente, além de provocar gases nessa idade, favorece o aparecimento de cárie nos primeiros dentinhos. Os chocolates ainda podem ter muitos aditivos, aí o risco de alergia vai às alturas. Por último: nenhum bebê é chocólatra por natureza. A nutricionista Flavia Schwartzman, da Universidade de São Paulo, garante: "Se ele nunca experimentou, então não sentirá a menor falta da guloseima". Ou seja, o pequeno não sofre de inveja ao ver um adulto se deleitando com um bombom. Então, por que você vai inventar de lhe oferecer um pedaço?

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Baby Boom - Feira para crianças em São Paulo

Aqui um convite para feira infantil de 0-12 anos, que acontecerá em São Paulo, e entrada gratuita.

BABY BUM


Pelas empresas que estarão expondo parece estar muito legal este evento, será que um dia ele vem para Curitiba? Quem for avise para a gente como foi.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Terça, 29/10, 20 cortesias para mães do ABC paulista. Saiba como concorrer :)

 Terça, 29/10, de CineMaterna na faixa para primeiras 20 mães!
Mães do ABC paulista: ingressos gratuitos para as 20 primeiras mães com bebês de até 18 meses que prestigiarem a sessão de Mato Sem Cachorro na terça-feira, 29/10, no ParkShopping São Caetano. Confira outros detalhes:

::. Cortesia de ingressos para 20 primeiras mães com bebês de até 18 meses, concedida por ordem de chegada, a partir das 13h30, por uma coordenadora CineMaterna, vestindo camiseta pink.

::. Não será possível reservar ingresso para mãe que não esteja presente no momento da distribuição das cortesias.

::. Ingressos para acompanhantes estarão à venda na bilheteria do cinema.

::. Esgotadas as 20 cortesias, ingressos de demais mães também podem ser adquiridos na bilheteria.

::. Promoção válida somente na sessão CineMaterna do dia 29/10/2013 no ParkShopping São Caetano.

Esperamos vocês!


Um grande abraço,
Equipe CineMaterna
 



ABC (S. André, S. Bernardo, S. Caetano)


Mato Sem Cachorro
Deco e Zoé se conheceram quando ele quase atropelou Guto, um cachorro que desmaia toda vez que fica animado. Mas depois de um relacionamento de dois anos, Deco leva um pé na bunda de Zoé, que fica com Guto e de sobra arruma um novo namorado. Deco, revoltado, tentará tomar as rédeas da situação e com a ajuda do primo Leléo pegar seu cachorro de volta.
ABC (S. André, S. Bernardo, S. Caetano)
29/10 TERÇA 14h00
Nacional
CINEMARK PARKSHOPPING SÃO CAETANO
Alameda Terracota, 545
O café após a sessão acontece no Starbucks.
Confira os valores dos ingressos e a política de meia entrada AQUI.

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

A busca da escolinha

http://www.frasesparafacebook.info/tags/escola/page/11/

Se não bastasse a ansiedade de ser mãe e curtir todo o desenvolvimento do bebê, existe as mães que precisam trabalhar e procurar um cantinho para deixar os pequenos. E quando a decisão é deixar na escolinha vem mais uma pergunta: - Como escolher, já que existem diversas?

Passei por esta fase, visto que minha licença terminaria e eu retornaria ao trabalho e sempre fui super a favor de crianças conviverem com outras crianças em espaço apropriado para tal.

Além de gastar sola e visitar várias escolinhas, você pode ter um "guia" para ajudar nesta etapa. Pois usei várias dicas encontradas em grupos de discussões no facebook, e o instinto de mãe que vale muito na hora também.

Num mundo tão inseguro o que mais chama a atenção é segurança, como você é recebido na frente da escola, o que eles apresentam para lhe garantir o primor deste quesito?

Minha principal observação em todas as escolas que visitei, e não foram poucas, foi como é a abordagem ao chegar no portão? Como é feito controle de quem transita na escola? Tem alguém o tempo todo no portão?

Acesso as salas são feitos por escadas, rampas, qual o tipo de piso, as crianças andam sozinhas? E a conservação em geral da escola (pintura, brinquedos, piso, portas, janelas, grades). E finalizando o que há no caminho da sala da minha filha ao portão, coisas pequenas, pontiagudas, bloqueadores de acesso?

Meu segundo quesito é a visionomia dos funcionários em geral (porteiro, secretárias, professoras, auxiliadoras, pessoal da cozinha, das atividades extras) estão felizes, sorridentes, cansados, estressados, eles ficaram mais tempo com meu bebê e ela não sairá de casa para ficar rodeada de gente gritando, cara amarrada ou demais.

Terceiro quesito aroma do local, afinal o espaço tem cheiro de quê? Não gosto de cheiro forte de produto de limpeza, nem cheiro de comida por muito tempo, afinal trabalhei por tempos em hotel e pelo back na área de alimentos sentimos cheiro de comida, mas o front como dizemos ser o espaço do cliente não precisa ficar cheirando o dia todo, assim pensei na escola também as crianças não precisam ficar sentindo cheiro de feijão e bife o dia todo. E a limpeza do local, tudo nos conformes? Principalmente no ambiente que estes pequenos bebês que nem andam ainda ficam, ficarão muito pelo chão nos tapetes ou tatames, é de fácil higienização? É fácil observar algo fora do normal?

Quarto quesito, quantas crianças e quantas cuidadoras no ambiente que o bebê ficará estão dividindo? Pode até ser ambiente grande com 3 turmas juntas que observei em uma escola que visitei, aí me perguntei, na cidade que estamos a maior parte do tempo está frio e chovendo, será que quero ver aquelas 15 crianças respirando com o meu bebê juntas em uma sala fechada aberta apenas pela porta? Acho que não né?

Quinto quesito já que falamos nas cuidadoras, qual a formação das mesmas? É formada? Tem experiência, e as auxiliares são todas estagiárias?

Sexto quesito quanto custa? A aqui pegou muito na escolha afinal estamos falando de orçamento familiar, comecei a ver umas escolinhas e o preço só subia, e eu tinha uma escola em mente, e comecei a ficar com o pé atrás, já que ela era super bem falada com muita estrutura, logo imaginei, qual o valor de lá? Mas realmente me surpreendeu, foi a mais em conta com melhor estrutura. Mas quero aqui deixar uma grande dica, pergunte várias vezes, quais as taxas extras, tem quantas parcelas por ano, valores para alimentação, material, uniforme etc. Pois você se surpreende fazendo esta pergunta depois de lhe falaram qual o valor da mensalidade, apresentam um bom valor, mas informam que tem a alimentação por fora, taxa bimestral para trabalhinhos como páscoa, pais, mães, natal, crianças e outros. Outra pergunta importante é horário de funcionamento e se você por acaso se atrasar 15 minutos do limite final qual o valor cobrado. Não esqueça de perguntar o que você precisa levar para seu filho (fraldas, lenços umedecidos, leite, pomada assadura regularmente, além de lençol e travesseiro cobertor etc que voltam toda semana para limpeza).

Sétimo quesito Onde está? Localização é fundamental principalmente se você trabalha longe de casa, minha escolha foi uma escola perto do trabalho, pois se a criança não estiver bem, e se tiver um dia de grande trânsito você chega logo e a criança está contigo, e você não se preocupa. Para quem for ficar em casa, verifique se há alguma escola boa e compatível perto de casa depois vá rodeando este raio e busque a que lhe agrade.

Oitavo quesito Existe rotina nas execuções, normas e horários, como trocam as crianças, como alimentam, se o que você executou e construiu com seu filho em horários, jeitos e gostos podem ser executados também pela escola, afinal ouvimos tanto desde o começo a criar a rotina, não é mesmo?

Nono quesito INDICAÇÂO uma das normas que me chamou muito a atenção ouvi minhas várias amigas e amigos com os pequenos e crescidos na escola para saber o que passam, o que gostam o que não gostam, quem trocou de escola o porque o fez. Afinal indicação é indicação.

Décimo quesito a proposta pedagógica, tem gente que nem sabia que isto existia, juro para vocês, mas existem formas diferente para levar a educação para seu filho, verifique qual é o sistema desta escola e se ele está de acordo com suas criações e a forma que você quer que seu filho aprenda.

Décimo primeiro quesito comunicação escola-casa afinal você vai querer um relatório do pequeno, pois você irá buscar e ele não irá te passar o que aconteceu até que aprenda a falar, então como você fica sabendo? No meu caso queria saber quais as refeições e o que ela comeu naquele dia, se dormiu quanto tempo, se houve alguma diferença nas fraldas como foi, se houve algum bom desenvolvimento e etc, e a agenda da escola e o feeling no momento de entrega da criança é incrível. Sabemos de tudo.

Décimo segundo quesito Adaptação afinal você não chega no dia que irá retornar ao trabalho deixa na porta da escola o bebê as 7 da manhã e retorna as 18:30 para buscar e tudo bem, a criança irá alguns dias antes fazer pequenos horários 1 ou 2 horinhas pela manhã e você busca, outro dia deixa mais 2 ou 3 horas a tarde e busca novamente, depois faz o período da alimentação mais umas horinhas, muda para um período inteiro depois o outro período e descobre que chegou o grande dia de deixar o dia todo o pequeno nos braços da professora e você vê seu dia vazio, a casa silenciosa e você perdida dentro de casa sem saber o que fazer até a hora de buscar (é cômico e trágico mesmo, mas passa)

Décimo terceiro e não menos importante quesito levar o bebê junto na visita e perceber como ele se comporta e sente o local, comigo funcionou muito bem, teve escola que coloquei o pé no portão e já queria sair correndo e com ela não foi diferente, outra que gostei 1 pouquinho até conhecer um pouco mais e ela me sinalizava já na entrada, engraçado não é, e eu acredito muito em sexto sentido.

Décimo quarto as outras crianças, como estão? Alegres felizes realizadas, as crianças são boas para passar uma posição só de olhar para elas. Acho muito válido observar todas as turmas, quis conhecer todas as salas, vendo a claridade, ventilação, limpeza, organização, acesso e como as crianças estavam.

Décimo quinto quesito visite quantas achar necessário depois analise os pontos que para você são decisivos, volte para mais uma visita em umas 3 ou 4 escolas escolhidas, se possível com o pai da criança e a criança novamente, veja suas observações e tire mais dúvidas.

E Décimo sexto quesito, siga veemente seu coração, nós mães estamos com um bom radar ligado, aquela que lhe fez sentir segura protegida acolhida provavelmente será a escolhida. Bem vinda ao clube, e veja o desenvolvimento do seu bebê.

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Testado pela mamãe e aprovado pela bebê

Hoje quero dar uma dica de marca testada e aprovada pela Mamãe aqui e que a bebê Nanna mais que aprovou: MAM Produtos para Bebê; comprei vários produtos quando fiz o enxoval da Nanna e ganhei alguns outros nas visitas ou chá de bebê além de vir 2 produtos nas minhas caixas da Petite Box  que fazem todo sucesso aqui em casa.

E como as mamães de plantão sempre buscam produtos com ótimo custo benefício quero deixar aqui minha dica para vocês.

Meus preferidos e mais usados no momento são as mamadeiras First Bottle (queridinha da casa, auto esterelizavel e fácil limpeza)

 
Ela tem 3 fases de fluxo iniciamos com a fase 1 - fluxo baixíssimo, e depois passamos para a fase 2 com a mamadeira intermediária de 270 ml e no sistema MAM Fashion, ela não abre mais embaixo, mas a fase cólica também passou por aqui. mas a leveza e a boniteza da mamadeira já fazem o bem por si só.
 


Aí entrou a fase dentição e ganhamos na Petite box para teste um mordedor que ela consegue segurar perfeitamente e é fofo demais, o Mordedor MAM Starter Rosa:

 

Estamos agora iniciando a fase de alimentação e outro queridinho que ganhamos foi o conjunto de talheres, que irá ajudar a criança a iniciar a alimentação junto a mamãe para aprender a segurar e levar a boca, em tamanho ideal para este início e firmeza da criança.
 
 
Enfim algumas novidades cheia de qualidade que foram super aprovadas pela mamãe e bebê aqui de casa.
 
Bom meio de semana a todos!

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Bichos de pelúcia e sua higienização


A fase da dentição continua com todo o vapor por aqui, quem tem sofrido com a fase da Nanna são os bichinhos de pelúcia, os novos escolhidos por ela para amenizar a coceira kkkk.

Mas para que não ocorram demais problemas, devemos cuidar de sua higienização para que poeira, ácaros nem outras pestes prejudiquem meu bebezinho. Fora que eles podem gerar crises alérgicas graves.

O que tenho feito é lavagem, a cada 10 dias, dos peludos na máquina de lavar, os que ela tem não tive problema em deixar de molho, lavar ou centrifugar.

Levo a máquina com sabão e amaciante, centrifugo muito bem e coloco no sol; aqui em Curitiba tenho que rezar o terço para isto acontecer, mas neste período estou tendo sorte, as vezes ele vem nos visitar no varal. Espero evaporar toda a água dos bichanos e ainda utilizo uma Santa Ajuda (Dica) que recebi e coloco eles dentro de saco plástico e levo por algumas horas no freezer, assim não há ácaro que resista.

E a Nanna aproveita todos eles sem nenhum problema. E você o que faz na sua casa?

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Quarto do bebê

A grávida já está transbordando hormônio e alegrias e vem a fase de escolher e começar a decorar o quartinho do pequeno. Ai meu Deus, podem começar a aparecer os cabelos brancos ou arrepiados.

Mas muita calma e vamos verificar o espaço que temos. Para quem não tem muita noção de espaço indico pegar uma fita crepe e colocar com as medidas no piso do quarto, assim poderemos ver a circulação e se todos nossos desejos cabem lá dentro.

Aqui em casa o quarto não é tão pequeno nem muito grande, mas não pude ter a mesinha de apoio que eu queria e investi melhor na bancada que é continuação do guarda roupa e tem o trocador e o espaço que dou banho (apoiando a banheira) e local do kit de higiene, porta fralda, pomada e lenços umedecidos ....

Tudo no mesmo local.

A mesinha serviria de apoio para garrafa d'água na amamentação (e foram muitas), fraldas para limpar a boquinha, mamadeira etc.

O berço eu não queria no meio do quarto e sim na parede, até queria um modelo muito visto nos USA, mas aqui é muito difícil de achar. Mas ficou lindo o modelo que escolhi na feira da gestante.

Abaixo da bancada tenho 2 prateleiras sem porta que ficam os brinquedos para mais idade que a Nanna já ganhou e várias fraldas extras do chá de fraldas que não couberam no guarda roupa. Na segunda parte sem porta logo abaixo do apoio do porta fraldas tenho 2 pequenas prateleiras que ficam o pacote aberto da fralda, as fraldinhas de boca, a necessarie com kit de remédio, unhas etc, a privadinha e o tapete de brincadeira enrolado. Logo abaixo delas eu tenho 2 portas que guardam as fraldas G do chá de fraldas e os acessórios que compramos no enxoval que irão ser usados mais para frente, copos de treinamento, mamadeiras fase 3, chupetas para próximas fase, pentes, e escovas de dentes etc....

Use e abuse do seu espaço crie um espaço confortável, amável e gostoso para o seu pequeno, usei adesivo de parede e luminária temática.

No guarda roupa lembre-se que irá precisar de parte com cabides, prateleiras e gavetas tudo isto irá ajudar a arrumar bem as coisinhas tão pequenas no bebezinho, e tem quem prefira ainda as cômodas.

E você o que fez?





sábado, 19 de outubro de 2013

Papinha sucesso

Gente hoje sim, superei, que papinha gostosa, ainda bem que sobrou um pouquinho para poder provar a delícia...

Ingredientes bem picadinhos e nesta ordem na panela:

1/4 cenoura
1/4 copo de água
1/6 inhame
1/2 mandioquinha (batata baroa/ batata salsa)
1 fatia de cebola
1 pequeno pedacinho de bife de patinho
2 folhas de rúcula

cozinhei bem, pequei 1/3 da sopinha com todas as folhas, carne e caldo e triturei no mixer, depois amassei o restante dos legumes no garfo e misturei tudo, a Nanna aprovou, e a mamãe também.

Beijos é ótimo final de semana, ahhhh de sobremesa a tarde será pera raspadinha.

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Cardápio do dia

Hoje novamente a Nanna não foi para a escola, uma tosse persistente pela manhã fez com que deixássemos ela em casa conosco.

Até tirou um bom cochilo pela manhã. Que beleza!

Na cozinha fiz um creme de legumes que ela adora:

Ingredientes:
1/4 de cenoura
1/2 batata pequena
1/2 mandioquinha (batata baroa/ batata salsa)

Para adiantar o tempo de preparo prefiro descascar e cortar em pequenos quadradinhos, coloco água mineral na minha pequena panela de alumínio fundo triplo, e coloco primeiro a cenoura, depois de uns 5/8 minutinhos coloco a batata e mandioquinha que cozinham super rápido. Desligo a panela e ainda trituro no mixer para ela, outros dias faço purezinho, só amassando no garfo. Mas hoje foi uma beleza e não sobrou nadinha. Ainda terminou o almoço com 80 ml de água de coco.

Hummm, e seu pequeno (a) qual a papinha do dia?

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Alimentação, transformar necessidade alimentar em prazer


O bebê se aproxima dos seus seis meses e as mamães todas orgulhosas irão pensar no cardápio para o serzinho se alimentar, (ou diria mamães em desespero irão pensar???), há quem goste de cozinhar e há quem odeie, há criativos e sem criatividade.

Mas na minha época já ficava antes disto, perto dos três meses pensando quando iria iniciar a prática alimentar para a Nanna. Sempre gostei de inventar na cozinha.

Mas para orientar as Mães Novas: Primeira Viagem a iniciação é com frutinhas raspadas/ amassadas e após um belo mês de aprovação você iniciará com um legume/ raiz, para só depois de mais um belo mês de aprovação iniciar a mistura e criatividade.

Aqui em casa iniciei a alimentação aos cinco meses, pois minha pequena já tomava LA junto a LM desde o primeiro dia, e com quatro meses recusou o LM, e a pediatra achou melhor iniciar as comidinhas já que iria começar a trabalhar e a pequena iria para a escolinha. E suas incursões culinárias foram com banana prata, maçã, pêra e mamão. Lógico que como predileta ficou escolhida a banana docinha e fácil de adaptar, mas não recusou nenhum e comia tudo.

Nas papinhas salgadas a iniciação foi com indicação para: batata, batata salsa (mandioquinha ou batata baroa), cenoura, abóbora, abobrinha, beterraba e chuchu. Também a preferida não sei por que foi a batata salsa (kkkk), após 15 dias poderíamos incluir espinafre, agrião ou couve na papinha.

Fiz todas, menos de chuchu que tenho horror, até a de beterraba pura que fica com cara esquisita a mocinha aqui não recusou, e com a misturinha das folhas ela adorou.

Quero deixar uma super dica, pois comidinha de bebê é pouquinha, em torno de 100 grs., que aqui faço diariamente, nada de congelados, mas os folhosos não tem muita durabilidade e eu prefiro comprar um pouquinho bater no liquidificador com água e levar para congelar numa forminha de gelo depois transfiro para um saquinho de freezer e etiqueto, assim no momento de cozinhar tira duas ou três pedrinhas e misturo na papinha que já se dissolve e integra uma saudável papinha. E aqui com as novas misturas já estou me aventurando mais, esta semana apareceu uma nova raiz que caiu no gosto da mocinha o tal do Inhame, nunca tinha nem comprado ou chegado perto do bendito, mas ela amou.

Então conte sobre suas aventuras neste quesito, quem sabe não montamos um caderninho de receitas.

A do dia hoje ficou muito gostosa: - Papinha verde do Hulk

½ inhame pequeno descascado e cortado em quadradinhos

1/3 de abobrinha italiana sem semente cortado em quadradinhos

4 talinhos e folhas de salsinha orgânicas (horta própria)

Água quanto baste

Coloquei na panela o inhame com água para iniciar a fervura, quando vi o ponto quase ao dente inclui a abobrinha que é rápida e nos últimos minutinhos a salsinha picadinha, depois triturei tudo no mixer e ela comeu tudinho, hummm, estava bem gostosinho (pois provo tudo).

Avisando que não coloco nada de óleo nem sal, tudo natural.
 
E aí quais suas experiências?

sábado, 12 de outubro de 2013

Feliz dia das Crianças

Quero hoje deixar meu Feliz Dia das Crianças, pois foi meu primeiro com a pequena, aproveitei para curtir muito, muito e muito mesmo, apresentar os brinquedos que ganhou, e curtir os segundos do dia, no suquinho, na papinha, na soneca, na frutinha, na brincadeira, e tudo mais.

Que você tenha conseguido fazer o mesmo, afinal o dia é deles, é nosso e é de curtir mesmo.

Parabéns criançada. Felicidades as famílias.

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

O Brasil precisa de saúde, não de Copa do Mundo


Quero vir expor o que vivi ontem com minha pequena, ela estava com peito chiando e narizinho trancado e antes que as coisas piorassem que pode vir tantas sequelas, resolvi com o pai da criança que o melhor era ir ao PS já que a médica dela estava em um congresso (aquela brincadeira, nunca precisamos da médica, mas a lei de Murphy diz: só irá precisar ou acontecer algo quando acontecer o tal congresso, kkkk).

Mas sem stress preferi levá-la antes que chegue em bronquiolite ou bronquite, e o médico mesmo disse que foi o melhor a fazer, mas o problema dela não é este e sim nosso belo clima Curitibano que não firma e as crianças pequenas não aguentam o tranco.

O que quero expor hoje é o que vi no hospital, e não é culpa deles e sim do nosso sistema de saúde, na parede da recepção um cartaz dizia: “Há horários que estamos com menos médicos atendendo, por falta de profissional pediátrico no mercado, mas estamos fazendo o possível para regularizar o mais breve possível e melhor atender a comunidade”.

Será que o problema é o que o hospital oferece ou porque os milhares de médicos que se formam hoje em dia querem se tornar Cirurgiões Plásticos de clínicas particulares?

O que nosso governo está observando disto?

Porque minha indignação? Pense comigo chegamos ao PS as 15h33 minutos saímos do atendimento as 18h20 minutos, quando chegamos tinham 28 crianças na frente de minha filha, quase todas pelo mesmo problema, mas tivemos pico de 3 médicos atendendo por uns 40 minutos depois ficou apenas 1 para dar conta daquela lista enorme de crianças.

Aí eu pergunto: -“Pode isto produção?”

Quando a saúde particular, pois aqui estou falando de plano de saúde, irá melhorar a infra estrutura já que hoje todos tem plano de saúde? Mas bem que pensei em sair correndo para um posto de saúde público para ver se não seria mais rápido, e olha que poderia ter sido, pois nas 3 horas de cadeira, poderia ter ido ao postinho e ver se seriamos brevemente atendidos.

Isto ocorre na região de vocês?

terça-feira, 8 de outubro de 2013

CineMaterna: A matriz cresceu!

CineMaterna: A matriz cresceu!: De Karina (esq), para Juliana Você já viu uma foto parecida com esta em outro post . Foi quando anunciei a entrada da Karina Campo no t...

Vocês já participaram do CINEMATERNA da sua cidade?

Eu indico a experiência, ÚNICA!

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Serviço vip para as visitas na maternidade

Quando fiz o post sobre mala de maternidade  comentei que iria fazer um especial sobre comidinhas de maternidade, um luxo só.

No nascimento da Nanna não pude contar com este luxo, afinal foi tudo uma loucura faltavam seis semanas na programação da moça, e de uma quarta para um sábado virou loucura total, mas contei com uma super-ajuda do sogro e da minha mãe para isto, poder alimentar aos acompanhantes pelo menos.

Mas quero mesmo é sugerir algumas delícias para servir aos visitantes, ainda mais que a maioria ou aparece no almoço ou final do dia (devido ao nosso nada flexível horário de trabalho). E tem aqueles que preferem receber na maternidade – meu caso – pois só depois que você vira mãe descobre o que são os primeiros meses em casa para poder receber pessoas lá.

Leve algumas bebidas, mas lembre-se é um quarto de hospital, uma suíte, não o botequim badalado da cidade, sucos, água com e sem gás, refrigerantes ou mates.

Poderá encomendar uns petit fours, stickers ou palitos de queijo de uma panificadora bacana com bom gosto, biscoitinhos caseiros doces e salgados, chocolate, castanhas; todos preferencialmente embalados em saquinhos individuais devido ao ambiente.

Uma saladinha de fruta fresca também individual? Fresquinha alguém que vá para casa todo dia e possa ajudar.

E lembre-se também que tem o acompanhante no quarto, nos ajudou as bisnaguinhas, requeijão, suco e refrigerante, salgados. E claro o sorvete, pois estava um calor. Para mamãe pós anestesia um isotônico ajuda a recuperação também, leve de casa.

Não se esqueça de levar copos plásticos, e guardanapos, pois organização do espaço é essencial e também se possível uma lixeira ou sacos de lixo extra.